5 Filmes Para Reflexão e Debate Sobre A Reforma Psiquiátrica

Há pouco mais de 30 anos, o dia 18 de maio é o Dia Nacional de Luta Antimanicomial, o qual se tornou um marco na luta por uma sociedade sem manicômios e na humanização dos tratamentos de pacientes de saúde mental.

Frente aos atuais retrocessos na Política Nacional de Saúde Mental, cada vez mais se faz necessária a conscientização sobre o tema, reafirmando o papel da psicologia para um cuidado em liberdade com dignidade e respeito.

Sendo assim, fizemos uma seleção de 5 filmes para possibilitar reflexão e debate sobre a temática:

1. Um Estranho No Ninho (1975)

estranho-no-ninho

Randle Patrick McMurphy (Jack Nicholson), um prisioneiro, simula estar insano para não trabalhar e vai para uma instituição para doentes mentais. Lá estimula os internos a se revoltarem contra as rígidas normas impostas pela enfermeira-chefe Ratched (Louise Fletcher), mas não tem ideia do preço que irá pagar por desafiar uma clínica “especializada”.

2. Nise: O Coração da Loucura (2015)

MODELO-post-destacada-novo-1-1

Ao sair da prisão, a doutora Nise da Silveira volta aos trabalhos num hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro e se recusa a empregar o eletrochoque e a lobotomia no tratamento dos esquizofrênicos. Isolada pelos médicos, resta a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início à uma revolução regida por amor, arte e loucura.

3. Bicho de Sete Cabeças (2001)

Bicho-de-sete-cabeças

Baseado em fatos reais, Seu Wilson (Othon Bastos) e seu filho Neto (Rodrigo Santoro) possuem um relacionamento difícil, com um vazio entre eles aumentando cada vez mais. Seu Wilson despreza o mundo de Neto e este não suporta a presença do pai. A situação entre os dois atinge o limite e Neto é enviado para um manicômio, onde terá que suportar as agruras de um sistema que lentamente devora suas presas.

4. Garota, Interrompida (1999)

girl-interrupted-1-thumb-800x561-83862

Em 1967, após uma sessão com um psicanalista que nunca havia visto antes, Susanna Kaysen foi diagnosticada como vítima de “Ordem Incerta de Personalidade” – uma aflição com sintomas tão ambíguos que qualquer garota adolescente pode ser enquadrada. Enviada para um hospital psiquiátrico, onde viveu nos 2 anos seguintes, ela conhece um novo mundo com novas pessoas. Entre elas está Lisa, diagnosticada com sociopatia, que organiza uma fuga com Susanna, Daisy e Polly, com o intuito de retomarem suas vidas.

5. O Jogo da Imitação (2014)

critica-o-jogo-da-imitacao-oscar-maze-blog

Baseado na história real do criptoanalista inglês Alan Turing, considerado o pai da computação moderna, narra a tensa corrida contra o tempo de Turing e sua equipe no projeto Ultra para decifrar os códigos de guerra nazistas e contribuir para o final do conflito. Porém, a história se passa em uma época em que a homossexualidade era crime, e, para não ser preso, Turing aceita passar por um “tratamento” que lhe deixa com sérias sequelas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s